domingo, 23 de março de 2008

A RESSURREIÇÃO DE CRISTO:


A Ressurreição de Cristo, nos alenta a prosseguir para o alvo, pensando sempre em sermos participantes do seu eternal reinado, mas plenamente transformados, ao toque da trombeta, de tal forma, quer vivamos, quer morramos, somos do Senhor, e assim viveremos sempre com ele.Isto, alenta ao crente que sabe que se partir – morrer – antes do arrebatamento, terá o privilégio de ouvir a trombeta, pois sem dúvida a trombeta tocará, e os que estiverem mortos, o que vai acontecer??????? Os mortos ressuscitarão primeiro...I Co.15.20: Mas na realidade Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem.Não se esqueça deste fato importante:A Igreja primitiva, era eminentemente judia, formada com todas as colorações de doutrinas e interpretação das Escrituras, dos judeus, as quais, por longos anos haviam aprendido dos seus Rabis, mestres e doutores.Você pode perguntar:Mas, e Jesus não ensinou aos seus discípulos? Sim, mas, lembre-se, em apenas, dois discursos de Pedro, quase 8.000 (oito mil) almas se agregaram aos Apóstolos e discípulos dos 120 (cento e vinte) do Cenáculo.Imagine uma Igreja que nasça hoje com 8.000 membros, todos realmente membros, pois foram todos batizados em nome de Jesus.Lembre-se ainda, que Paulo, Pedro, Mateus, Marcos, Lucas, João, Tiago, não haviam escrito as doces páginas do Novo Testamento, a matriz de ensino eram as Escrituras – Moisés, Profetas, Cânticos e os Escritos.Mesmo no dia em que as mulheres avisaram aos discípulos que Jesus havia ressuscitado, alguns não deram crédito ao que elas falaram. Mc.16.13.Então, era natural, que voltassem, com a ação e presença, dos judaizantes, as várias práticas judaicas, inclusive a discussão de temas como a Ressurreição; lembre-se de Tomé, precisou ver para crer, pense agora naqueles, que não viram, ainda não conheciam como Felipe, o poder de Jesus, havia dúvidas doutrinárias, marcantes na Igreja, sobre o assunto, à respeito dos ensinos de Jesus, manifestas inclusive na Assembléia de Jerusalém, comandada por Tiago. Além disto, a Bíblia relata que os principais dos judeus, procuraram divulgar um boato: de que os seus discípulos, poderiam roubar o corpo de Jesus e dizer que ele havia ressuscitado.A HISTÓRIA VERÍDICA DA RESSURREIÇÃO:O boato criado pelos principais sacerdotes, de que Jesus não ressuscitou, os mesmos que levaram Jesus á “Poncius Pilatus”:Mt.28.1.ss:A RESSURREIÇÃO:No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. E eis que houvera um grande terremoto; pois um anjo do Senhor descera do céu e, chegando-se, removera a pedra e estava sentado sobre ela. o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve. E de medo dele tremeram os guardas, e ficaram como mortos. Mas o anjo disse às mulheres: Não temais vós; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Não está aqui, porque ressurgiu, como ele disse. Vinde, vede o lugar onde jazia; e ide depressa, e dizei aos seus discípulos que ressurgiu dos mortos; e eis que vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que vo-lo tenho dito. E, partindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos. E eis que Jesus lhes veio ao encontro, dizendo: Salve. E elas, aproximando-se, abraçaram-lhe os pés, e o adoraram. Então lhes disse Jesus: Não temais; ide dizer a meus irmãos que vão para a Galiléia; ali me verão.

Popular Posts