segunda-feira, 16 de junho de 2008

Astronomia: nasceram os plutóides


A União Astronómica Internacional (UAI) anunciou, esta quinta-feira, a criação de uma nova categoria de corpos celestes, os plutóides, dois anos depois de ter retirado Plutão da lista dos planetas do Sistema Solar.
A nova categoria parece ter sido criada para compensar a despromoção de Plutão, já que além deste inclui apenas outro planeta anão, Eris, descoberto em 2003. A descoberta de Eris, um corpo celeste maior e mais afastado do Sol do que Plutão levou à retirada deste do Sistema Solar.
Um Plutóide é um planeta anão
A criação da nova categoria, divulgada em comunicado, foi decidida numa reunião da UAI realizada na semana passada em Oslo, na Noruega.
O comunicado dá uma definição de plutóide idêntica à de planeta anão, ou seja, um corpo celeste demasiado pequeno para ser considerado planeta, mas com massa suficiente para ter, graças à gravidade, uma forma quase esférica, e uma órbita mais afastada do Sol do que Neptuno, o oitavo e último planeta do Sistema Solar.
O único planeta anão conhecido que continua com essa classificação é Ceres, situado entre Marte e Júpiter.

Popular Posts