sábado, 27 de março de 2010

GRÉCIA - ARTE E LITERATURA


HISTÓRIA DA ARTE E DA RELIGIÃO GREGA, MITOLOGIA


A civilização Grega deve aos povos indio-europeus, helenos, aqueus, dórios entre outros, os aspectos mais originais de sua literatura. Foram deles a primeira criação poética, a criação dos deuses e de suas lendas, conhecidas até hoje. Como exemplo pode-se citar os poemas homéricos, que fazem referência ao povo aqueu.

Ao longo de sua história, a literatura grega teve várias fases e gêneros e, por isso, geralmente é, dividida em três grandes gêneros:
Poesia épica ou epopéia: conta a história dos heróis e suas façanhas;
Poesia Lírica: possuí origem nos antigos hinos, que eram dedicados aos deuses;
Teatro: tem o objetivo de emocionar o público, fazendo-o acreditar de que tudo o que acontece durante a peça também pode acontecer na vida real.

Além dessas três divisões temos ainda:

a didática (cujo maior representante foi Esopo, que escreveu cerca de 400 fábulas, nas quais ensinava sobre os valores negativos e positivos e sobre o bem e o mal. A obra de Esopo, que muitas vezes era ilustrada com animais, que tinham as virtudes e os defeitos do homem, influenciou as fábulas romanas e as de La Fontaine),
a filosofia (sendo as figuras de Platão e Aristóteles os maiores destaques)
a história (que tinha o objetivo de salvar do esquecimento os motivos das guerras e os feitos heróicos dos gregos. Os autores que mais se destacaram foram Heródoto, Tucídides e Xenofonte);
e a eloqüência (tendo em Demóstenes o seu maior representante).
Esses gêneros não fazem parte do objetivo inicial deste estudo, e, por isso, não receberão o devido e merecido destaque

Popular Posts