quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Emissões de dióxido de carbono

A atmosfera terrestre, como sabemos, não conhece fronteiras: nela os gases se misturam livremente, independentemente das atividades que lhes deram origem. A humanidade, por sua vez, vive em um mundo dividido por fronteiras. Em cada um dos países do globo, o tamanho da população e a intensidade das atividades econômicas geradas de gases de efeito estufa determinam uma quantidade diferente de emissão. O caso do dióxido de carbono é exemplar: os países ricos, que abrigam cerca de 15% da população mundial, são responsáveis por cerca de 45% das emissões. A África Subsaariana, com cerca de 11% da população mundial, representa apenas 2% das emissões. Observe o mapa ao lado.

Água: acesso e utilização

O mapa a seguir revela que os países situados na África Subsaariana e no Sudeste Asiático são os mais afetados pela “crise da água”, pelo menos no que diz respeito à dificuldade de acesso e à precariedade das instalações sanitárias. A Organização Mundial de Saúde estima que, no mundo inteiro, pelo menos cinco milhões de crianças morrem anualmente devido a doenças provocadas pela ingestão de água contaminada por esgotos domésticos (como diarreia e cólera).

Popular Posts